Grupo de Estudos das Disfunções Endócrinas no Cancro

APRESENTAÇÃO

Fruto dos grandes avanços terapêuticos, as doenças oncológicas têm hoje uma taxa de cura muito elevada e algumas, ainda que não curem, mantêm-se em situação clínica de estabilidade que tem feito com que para elas se olhe como se de doenças crónicas se tratassem.

Contudo, estes avanços do século XX/XXI têm sido conseguidos à custa de grande morbilidade. Uma das áreas em que a morbilidade é expressiva é no campo da Endocrinologia.

Dependendo da idade e do tipo de doença oncológica, assim as repercussões endócrinas serão mais ou menos importantes. Sabe-se que quanto mais jovem se é, à data do diagnóstico oncológico, maior é a probabilidade de surgirem lesões a curto, médio e longo prazo.

O Grupo de Estudo das Disfunções Endócrinas no Cancro (GEDEC) dedica-se ao estudo das complicações endócrinas associadas à doença oncológica e da respectiva correcção.

Coordenador:

Dra. Conceição Pereira

Secretários:

  • Dra. Alice Mirante
  • Dra. Conceição Bacelar