Newsletter da SPEDM

Endocrinologia pelo País #11

Endocrinologia pelo País
Ed.
Janeiro 2024

Serviço de Endocrinologia  do Hospital  Garcia de Orta

Na foto com o Garcia de Orta e da esquerda para a direita: Inês Damásio, David Barbosa, Ana Gonçalves Ferreira, Ricardo Capitão, Henrique Vara Luiz, Luísa Raimundo, Maria Manuel Costa Maria Carlos Cordeiro, Francisca  Leitão, Ana Quítalo, Marta Almeida. Não foi possível incluir 3 elementos por estarem ausentes: João Roque, Sara Franco e Daniel Duarte

 

O Serviço de Endocrinologia do Hospital Garcia de Orta foi criado em 1992, inicialmente com apenas dois especialistas.

Tem como Diretora do Serviço desde 2021, Luísa Raimundo assistente Graduada Sénior.

Tem idoneidade formativa total desde 2000, tendo formado até à presente data 8 especialistas.

Somos 9 especialistas (1assistente graduado sénior, 2 assistentes graduados e 6 assistentes) e 5 internos do internato complementar de Endocrinologia e Nutrição.

Apesar de não estarem atribuídas aos serviço trabalhamos na consulta externa de adultos e pediatria com duas equipas de Enfermagem com diferenciação na área da Diabetes, com diferenciação em DM tipo 1 e em Sistemas de Perfusão Subcutânea de Insulina. Também temos articulação privilegiada com o Serviço de Nutrição e Dietética. Esta estreita colaboração permitiu que fossemos reconhecidos desde 2010 como centro de terapêutica como centro de terapêutica com bomba de insulina.

Temos ainda como principais áreas de diferenciação, com consultas específicas: Endocrinologia e Diabetes na Gravidez, Patologia Hipofisária, Hipertiroidismo, Oncologia tiroideia e Apoio à fertilidade.

O Serviço tem internamento com 3 camas, Hospital de Dia para realização de provas funcionais e administração de fármacos e escala de Urgência própria.

Graças às características do Serviço conseguido reter e atrair recém especialistas.

O principal desafio que enfrentamos é a falta de espaço físico, sendo o número de gabinetes de consulta externa manifestamente insuficiente.

No ano de 2022 foi possível atrair 2 especialistas formados noutros serviços, o que permitiu melhorar algumas das áreas já desenvolvidas e ainda criar novas consultas (apoio ao doente oncológico). Desenvolvemos ainda atividades na área da educação terapêutica para crianças e jovens com DM tipo 1.

O Serviço é pioneiro na articulação com os Cuidados de Saúde Primários, realizando consultadoria presencial em todos os centros de saúde da área do Hospital. Espera-se que com a nova organização das ULS  esta atividade possa ser melhorada.